Apoiadores

  

  

 

 

 

Impossível não se contagiar de cara com a atmosfera boleira deste museu cravado debaixo das arquibancadas do Estádio do Pacaembu. Todas as atrações são multimídia e interativas.

 O Museu do Futebol é dirigido pelo Instituto da Arte do Futebol Brasileiro (IFB), em parceria com a Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo. Com uma importante missão: Investigar, divulgar e preservar o futebol como manifestação cultural brasileira.

São 15 salas temáticas divididas em dois andares repletos de conteúdo futebolístico e cultural que recriam pequenos episódios da história do futebol no Brasil e fora dele – um fluxo contínuo que traça um painel de atitudes, hábitos, comportamentos, fatos, ideais e ideias.

 Projetores exibem fotografias gigantes de ídolos como Pelé, Garrincha, Zico e Ronaldo. Numa sala, fotos antigas contextualizam os primórdios do esporte no Brasil. Há muito material em vídeo, mostrando dribles, gols e jogadas marcantes. Quem quiser se aventurar (sobretudo as crianças), pode brincar de cobrar um pênalti e medir a velocidade do chute numa atração ou jogar com uma bola virtual em outra.

Duas experiências arrepiam os visitantes: imagens de torcedores incentivando aos berros seus times, projetadas em telões debaixo das arquibancadas, e o acesso para ver (e fotografar, é claro) o gramado verdinho do Pacaembu. Em outra sala, telas em alta definição apresentam a história das copas e a participação da Seleção em cada uma delas. Difícil é sair de lá sem querer gritar “Brasil, Brasil, Brasil”.